São pensamentos soltos, traduzidos em palavras pra que você possa entender, o que eu também não entendo.

As noites são pequenas pro meu sono, os dias grandes demais pras minhas dúvidas. Eu quero parar, eu quero fugir, eu quero voar pra onde haja cheiro de infância, o rosto da minha avó, as pernas grandes da minha mãe, onde eu me escondia tanto. Eu quero um mundo de verdades, que seja de mentira, pra eu me sentir confortável... Rani Ghazzaoui

3 comentários:

Jr disse...

Muito bom . Primeira vez que passo no teu blog .
Legal esse texto .

Pedro Rennó disse...

parabéns pelo blog!

Muito legal mesmo!

seguindo e acompanhando sempre!

Twister disse...

manero mesmo!

curti faz pensar ;D

Postar um comentário

Amar não é ter que ter sempre certeza. É aceitar que ninguém é perfeito prá ninguém. É poder ser você mesmo, e não precisar fingir. É tentar esquecer e não conseguir fugir.Já pensei em te largar, já olhei tantas vezes pro lado.Mas quando penso em alguém, é por você que fecho os olhos. Sei que nunca fui perfeito, mas com você eu posso ser até eu mesmo, que você vai entender... Posso brincar de descobrir desenho em nuvens. Posso contar meus pesadelos e até minhas coisas fúteis. Posso tirar a tua roupa, posso fazer o que eu quiser. Posso perder o juízo, mas com você eu tô tranquilo, tranquilo... Agora o que vamos fazer, eu também não sei. Afinal, será que amar é mesmo tudo? Se isso não é amor. O que mais pode ser?
Tô aprendendo também...